Topo
Blog do Brasilianismo

Blog do Brasilianismo

Governo Bolsonaro tem duas caras ao tratar da Amazônia, diz The Economist

Daniel Buarque

30/08/2019 04h52

O incêndio na Amazônia pode queimar o presidente Jair Bolsonaro, diz o título da análise mais recente da revista The Economist sobre a destruição da floresta e sua repercussão mundial.

Segundo o texto, Bolsonaro está se movimentando em um terreno traiçoeiro, tentando alimentar o nacionalismo, mas arriscando sua própria popularidade.

Em uma crítica direta à atuação do Brasil durante a polêmica internacional, a revista acusa o governo de ter "duas caras".

"Diplomatas brasileiros no exterior apresentam seu país como comprometido com a interrupção do desmatamento. Em casa, o presidente dá uma piscadela para quem o pratica. É por isso que é importante fazer seu governo manter suas palavras", diz.

A revista lista as medidas tomadas pelo governo de Bolsonaro em poucos meses que reduziram a proteção da floresta e incentivaram o fogo na Amazônia.

Apesar do tom crítico, o texto segue uma linha mais apaziguadora semelhante à de um editorial publicado nesta semana pelo Washington Post, e indica que é importante tomar cuidado ao tratar da questão com o Brasil para não alimentar preocupações quanto à soberania do país na região. Ainda assim, diz que o mundo tem razão em se preocupar com as queimadas.

A Economist diz que a abordagem de Bolsonaro é impulsionada pelo preconceito e pelo nacionalismo, pois ele vê a questão ambiental como esquerdista. Além disso, avalia, o governo tentou usar a mobilização crítica no resto do mundo para alimentar preocupações no Brasil sobre os interesses internacionais na região. "É por isso que o mundo precisa tomar cuidado na abordagem", diz, reconhecendo a soberania brasileira.

"Através da fumaça, duas coisas são claras: as políticas de Bolsonaro são profundamente destrutivas da Floresta Amazônica, e dissuadi-lo exigirá muito mais sutileza no exterior e mais determinação dos adversários e até dos aliados em casa", explica a revista.

Siga o blog Brasilianismo no Facebook para acompanhar as notícias sobre a imagem internacional do Brasil

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Sobre o Autor

Daniel Buarque vive em Londres, onde faz doutorado em relações internacionais pelo King's College London (em parceria com a USP). Jornalista e escritor, fez mestrado sobre a imagem internacional do país pelo Brazil Institute da mesma universidade inglesa. É autor do livro “Brazil, um país do presente - A imagem internacional do ‘país do futuro’” (Alameda Editorial) e do livreto “Brazil Now” da consultoria internacional Hall and Partners, além de outros quatro livros. Escreve regularmente para o UOL e para a Folha de S.Paulo, e trabalhou repórter do G1, do "Valor Econômico" e da própria Folha, além de ter sido editor-executivo do portal Terra e chefe de reportagem da rádio CBN em São Paulo.

Sobre o Blog

O Brasil é citado mais de 200 vezes por dia na mídia internacional. Essas reportagens e análises estrangeiras ajudam a formar o pensamento do resto do mundo a respeito do país, que tem se tornado mais conhecido e se consolidado como um ator global importante. Este blog busca compreender a imagem internacional do Brasil e a importância da reputação global do país a partir o monitoramento de tudo o que se fala sobre ele no resto do mundo, seja na mídia, na academia ou mesmo e conversas na rua. Notícias, comentários, análises, entrevistas e reportagens sobre o Brasil visto de fora.