Topo
Blog do Brasilianismo

Blog do Brasilianismo

Onda de protestos paralisa governos da América Latina, diz Economist

Daniel Buarque

28/11/2019 14h09

"Mais uma semana e mais um país da América Latina está nas ruas", diz uma reportagem publicada pela revista The Economist nesta semana. Segundo a publicação, a onda de manifestações na região tem paralisado governos de vários países –afetando até mesmo o Brasil.

O texto começa falando sobre os mais recentes protestos na Colômbia, mas menciona também manifestações no Chile, no Haiti, no Equador, na Bolívia. A reportagem fala até sobre o Brasil de 2013, e sobre o "medo" que o governo de Jair Bolsonaro tem de manifestações.

"Os protestos não são sem precedentes, e não estão confinados à América Latina", diz. "Como em 1968, este é um tempo de descontentamento global, mas é especialmente mais intenso na América Latina", explica.

A reportagem fala de manifestações na região nos anos 2000, e menciona que e "imensos protestos apareceram praticamente do nada no Brasil em 2013".

Além das manifestações na rua, a Economist cita os resultados eleitorais de pleitos recentes na região também são sinais dessa insatisfação popular, com derrotas de quem está no governo.

"A raiva da população apareceu no ano passado em vitórias eleitorais de populistas opostos, Jair Bolsonaro no Brasil e Andrés Manuel López Obrador no México", diz.

O jornal indica que as causas da insatisfação estão ligadas à economia, ao medo da pobreza e ao aumento da desigualdade. O problema maior, diz, é descobrir formas de superar esses problemas e garantir melhora da economia, o que acaba fazendo com que governos diminuam ritmo de reformas e acabem sem conseguir agir para melhorar a situação da população.

A Economist menciona que o governo de Bolsonaro adiou propostas de reformas por "medo de que elas possam gerar protestos". O jornal Financial Times também falou sobre essa situação do Brasil, e alegou que a redução do ritmo de respostas frustra investidores internacionais. Esse tipo de ação, complementa a Economist, pode até acalmar as ruas, mas apenas adiam o descontentamento.

Siga o blog Brasilianismo no Facebook para acompanhar as notícias sobre a imagem internacional do Brasil

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Sobre o Autor

Daniel Buarque vive em Londres, onde faz doutorado em relações internacionais pelo King's College London (em parceria com a USP). Jornalista e escritor, fez mestrado sobre a imagem internacional do país pelo Brazil Institute da mesma universidade inglesa. É autor do livro “Brazil, um país do presente - A imagem internacional do ‘país do futuro’” (Alameda Editorial) e do livreto “Brazil Now” da consultoria internacional Hall and Partners, além de outros quatro livros. Escreve regularmente para o UOL e para a Folha de S.Paulo, e trabalhou repórter do G1, do "Valor Econômico" e da própria Folha, além de ter sido editor-executivo do portal Terra e chefe de reportagem da rádio CBN em São Paulo.

Sobre o Blog

O Brasil é citado mais de 200 vezes por dia na mídia internacional. Essas reportagens e análises estrangeiras ajudam a formar o pensamento do resto do mundo a respeito do país, que tem se tornado mais conhecido e se consolidado como um ator global importante. Este blog busca compreender a imagem internacional do Brasil e a importância da reputação global do país a partir o monitoramento de tudo o que se fala sobre ele no resto do mundo, seja na mídia, na academia ou mesmo e conversas na rua. Notícias, comentários, análises, entrevistas e reportagens sobre o Brasil visto de fora.