PUBLICIDADE
Topo

Indulto de Bolsonaro piora imagem externa de violência policial do Brasil

Daniel Buarque

24/12/2019 15h22


A decisão do presidente Jair Bolsonaro de conceder indulto natalino a agentes de segurança pública que tenham cometido crimes culposos teve repercussão na imprensa internacional. A medida pode ser associada a um fortalecimento da imagem negativa de violência policial já muito ligada à forma como o país é visto de fora.

Segundo uma reportagem da agência de notícias Associated Press publicada em vários veículos, o indulto foi concedido apesar de Bolsonaro ter declarado que não concederia este tipo de perdão de penas de criminosos.

"A medida é controversa porque assassinatos extrajudiciais pela polícia brasileira algumas vezes foram equivocadamente classificadas como defesa pessoal", diz a reportagem.

Reforça ainda mais essa percepção externa o fato de que menos de uma semana antes do anúncio do indulto, o jornal americano The New York Times publicou uma reportagem longa sobre os grupos de extermínio que atuam por todo o país –muitos deles formados por milícias e policiais.

Segundo o New York Times, as milícias policiais "operam nas sombras da repressão do governo brasileiro" e assassinatos são "estimulados pelo presidente Jair Bolsonaro e por sua afirmação de que criminosos devem morrer como baratas".

Desde o início do governo de Bolsonaro, o aumento do número de mortes em ações policiais tem chamado a atenção no resto do mundo.

Projetos como a lei anti crime foram criticados internacionalmente, e o governo foi criticado na mídia estrangeira por querer "proteger policiais que matam".

Além disso, a morte de nove pessoas pisoteadas após uma ação policial em Paraisópolis também deu grande visibilidade mundial a esta imagem negativa do país.

"Bolsonaro, que foi eleito com uma plataforma de defesa da lei e da ordem, prometeu defender policiais e disse que quem atira em criminosos deveria receber medalhas em vez de enfrentar processos legais", diz a reportagem da AP sobre o indulto.

Siga o blog Brasilianismo no Facebook para acompanhar as notícias sobre a imagem internacional do Brasil

Sobre o Autor

Daniel Buarque vive em Londres, onde faz doutorado em relações internacionais pelo King's College London (em parceria com a USP). Jornalista e escritor, fez mestrado sobre a imagem internacional do país pelo Brazil Institute da mesma universidade inglesa. É autor do livro “Brazil, um país do presente - A imagem internacional do ‘país do futuro’” (Alameda Editorial) e do livreto “Brazil Now” da consultoria internacional Hall and Partners, além de outros quatro livros. Escreve regularmente para o UOL e para a Folha de S.Paulo, e trabalhou repórter do G1, do "Valor Econômico" e da própria Folha, além de ter sido editor-executivo do portal Terra e chefe de reportagem da rádio CBN em São Paulo.

Sobre o Blog

O Brasil é citado mais de 200 vezes por dia na mídia internacional. Essas reportagens e análises estrangeiras ajudam a formar o pensamento do resto do mundo a respeito do país, que tem se tornado mais conhecido e se consolidado como um ator global importante. Este blog busca compreender a imagem internacional do Brasil e a importância da reputação global do país a partir o monitoramento de tudo o que se fala sobre ele no resto do mundo, seja na mídia, na academia ou mesmo e conversas na rua. Notícias, comentários, análises, entrevistas e reportagens sobre o Brasil visto de fora.