PUBLICIDADE
Topo

Guinga e Anitta movimentam imagem da música brasileira na mídia dos EUA

Daniel Buarque

05/01/2020 15h56

A combinação talvez não seja das mais óbvias, mas dois artistas brasileiros bem diferentes movimentaram neste início de ano a percepção sobre a música brasileira na mídia dos Estados Unidos. Enquanto a rádio pública americana (NPR) publicou um perfil elogioso do compositor e violonista Guinga, a revista Rolling Stone incluiu Anitta em uma série sobre os "músicos mais inovadores da década" em todo o mundo.

"É excepcionalmente raro que um artista brasileiro alcance o mercado internacional de música", diz o texto sobre a cantora. "Ainda assim, aos 26 anos, a superestrela Anitta não apenas dominou a indústria no seu país, como com seus mais de 13 milhões de assinantes no YouTube e 43,6 milhões de seguidores no Instagram, seu poder de estrela rivaliza com qualquer outra diva da música pop."

A série em que a cantora foi incluída trata da década de alguns dos artistas internacionais mais populares. Anitta fala sobre a construção da sua carreira, amizade com outros artistas brasileiros e grandes shows que apresentou.

Enquanto a cantora representa o país no universo da música pop, Guinga é apresentado pela NPR como "o violonista brasileiro amado por músicos de todo o mundo".

A reportagem admite que o compositor brasileiro é relativamente pouco conhecido nos EUA, mas ressalta que ele é um dos músicos mais admirados por outros músicos pelo mundo.

"Guinga pode não estar transformando o mundo com seu violão, mas ele definitivamente faz do mundo um lugar melhor para viver", diz.

Siga o blog Brasilianismo no Facebook para acompanhar as notícias sobre a imagem internacional do Brasil

Sobre o Autor

Daniel Buarque vive em Londres, onde faz doutorado em relações internacionais pelo King's College London (em parceria com a USP). Jornalista e escritor, fez mestrado sobre a imagem internacional do país pelo Brazil Institute da mesma universidade inglesa. É autor do livro “Brazil, um país do presente - A imagem internacional do ‘país do futuro’” (Alameda Editorial) e do livreto “Brazil Now” da consultoria internacional Hall and Partners, além de outros quatro livros. Escreve regularmente para o UOL e para a Folha de S.Paulo, e trabalhou repórter do G1, do "Valor Econômico" e da própria Folha, além de ter sido editor-executivo do portal Terra e chefe de reportagem da rádio CBN em São Paulo.

Sobre o Blog

O Brasil é citado mais de 200 vezes por dia na mídia internacional. Essas reportagens e análises estrangeiras ajudam a formar o pensamento do resto do mundo a respeito do país, que tem se tornado mais conhecido e se consolidado como um ator global importante. Este blog busca compreender a imagem internacional do Brasil e a importância da reputação global do país a partir o monitoramento de tudo o que se fala sobre ele no resto do mundo, seja na mídia, na academia ou mesmo e conversas na rua. Notícias, comentários, análises, entrevistas e reportagens sobre o Brasil visto de fora.