Topo
Blog do Brasilianismo

Blog do Brasilianismo

Mídia estrangeira de economia retoma otimismo com reforma da Previdência

Daniel Buarque

22/06/2019 07h58

Por mais que a imagem dos primeiros meses do governo de Jair Bolsonaro tenha se associado no resto do mundo à ideia de caos e desorganização, e que o Mercado tenha deixado de lado o otimismo que criou logo após a eleição presidencial do ano passado, a imprensa especializada em economia no resto do mundo retomou neste mês uma perspectiva positiva sobre uma possível aprovação da reforma da Previdência no país. Apontada como a reforma mais urgente e necessária na economia brasileira, a reforma é vista agora como mais provável pelos principais veículos que acompanham a situação do Brasil.

"Apesar da turbulência, o Brasil está começando a consertar seu sistema previdenciário", diz o título da reportagem desta semana sobre o país na revista The Economist.

"Wall Street acha que a reforma previdenciária do Brasil está garantida. E isso está se tornando surpreendentemente melhor do que se pensava", disse uma reportagem recente na revista Forbes.

Isso é uma mudança no humor do mercado, que vinha criticando a situação brasileira e o governo de Bolsonaro. Segundo uma análise recente do think tank conservador American Enterprise Institute, Bolsonaro teve um "desempenho decepcionante" em seus primeiros seis meses no governo brasileiro, e fracassou na tentativa de equilibrar as finanças do país.

Um dos motivos para a retomada do otimismo da imprensa de economia e do mercado é a postura da Câmara de Deputados. "O Congresso do Brasil está confiante que a reforma da Previdência vai ser aprovada", diz o título de uma reportagem do início do mês no Financial Times.

O tom é semelhante ao usado pela Economist, que ressalta que o Congresso assumiu a responsabilidade pela "reforma econômica mais importante".

"Apesar do caos em torno do governo de Bolsonaro, das chances de o Congresso reformar o sistema previdenciário aumentaram. Isso é uma pré-condição para recuperar a confiança dos investidores e, portanto, o crescimento", diz a Economist.

Segundo um artigo publicado pelo site da revista de análises econômicas Barron's, o Brasil parece estar acertando seu rumo financeiro, e a reforma da Previdência pode atrair investidores estrangeiros por décadas.

"Um avanço na Previdência poderia abrir as portas para reformas do sistema tributário disfuncional do Brasil e regulamentações trabalhistas esclerosadas, para não mencionar a ativação do investimento privado e permitir que o Banco Central reduza as taxas de juros", explica.

Apesar de o otimismo com a aprovação da reforma ser visível e crescente, analistas estrangeiros continuam preocupados com possíveis desvios da atenção do governo brasileiro, especialmente por conta dos vazamentos de conversas do ministro Sergio Moro e por conta do comportamento de Bolsonaro nas redes sociais.

Uma outra reportagem recente da Forbes falou sobre o foco de investidores na questão previdenciária, e explicou que as disputas em torno de Moro e da Lava Jato podem criar distrações no Congresso.
Segundo a Economist, a estrutura disfuncional da política brasileira pode acabar impedindo o avanço da reforma, criando novos atritos entre o governo e os deputados. A revista cita um economista que diz que o país está a "uma tempestade no Twitter" de jogar fora o avanço da reforma.

Siga o blog Brasilianismo no Facebook para acompanhar as notícias sobre a imagem internacional do Brasil

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Sobre o Autor

Daniel Buarque vive em Londres, onde faz doutorado em relações internacionais pelo King's College London (em parceria com a USP). Jornalista e escritor, fez mestrado sobre a imagem internacional do país pelo Brazil Institute da mesma universidade inglesa. É autor do livro “Brazil, um país do presente - A imagem internacional do ‘país do futuro’” (Alameda Editorial) e do livreto “Brazil Now” da consultoria internacional Hall and Partners, além de outros quatro livros. Escreve regularmente para o UOL e para a Folha de S.Paulo, e trabalhou repórter do G1, do "Valor Econômico" e da própria Folha, além de ter sido editor-executivo do portal Terra e chefe de reportagem da rádio CBN em São Paulo.

Sobre o Blog

O Brasil é citado mais de 200 vezes por dia na mídia internacional. Essas reportagens e análises estrangeiras ajudam a formar o pensamento do resto do mundo a respeito do país, que tem se tornado mais conhecido e se consolidado como um ator global importante. Este blog busca compreender a imagem internacional do Brasil e a importância da reputação global do país a partir o monitoramento de tudo o que se fala sobre ele no resto do mundo, seja na mídia, na academia ou mesmo e conversas na rua. Notícias, comentários, análises, entrevistas e reportagens sobre o Brasil visto de fora.