Brasilianismo

Para professora americana, Lula deveria ter se retirado da política em 2011

Daniel Buarque

A tentativa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva de se manter ativo na política e voltar aos holofotes após deixar o governo, em 2011, foi um erro, segundo a professora da Universidade do Texas e especialista em política da América Latina Wendy Hunter.

Em entrevista ao serviço brasileiro da rede britânica BBC, Hunter avaliou a recente condenação do ex-presidente por corrupção e disse que o melhor caminho para ele depois de deixar a Presidência teria sido ''retirar-se (da vida política) e se transformar em um 'estadista'''.

''Historicamente, na América Latina, esses esforços para se manter vivo politicamente e tentar uma volta aos holofotes nunca dão bons resultados. Por exemplo, lembremos de Getúlio Vargas'', disse.

Especialista na história do PT, Hunter é autora do livro The Transformation of the Workers' Party in Brazil, 1989-2009 (A Transformação do Partido dos Trabalhadores no Brasil). Na entrevista, ela defendeu que nunca haverá um novo PT no Brasil, e que uma reforma completa do partido só poderia ocorrer com ele fora do poder.

Siga o blog Brasilianismo no Facebook para acompanhar as notícias sobre a imagem internacional do Brasil