PUBLICIDADE
Topo

Blog do Brasilianismo

Queda de Dilma não vai trazer recuperação rápida, diz 'Financial Times'

Daniel Buarque

16/03/2016 12h43

Apostar que queda de Dilma trará recuperação rápida é erro, diz 'Financial Times'

Apostar que queda de Dilma trará recuperação rápida é erro, diz 'Financial Times'

O pedido de prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva fez o mercado financeiro reagir positivamente na semana passada, com valorização da Bolsa e queda do dólar. Dias depois, a decisão de transformar Lula em ministro criou uma movimentação oposta, com forte queda da Bolsa e piora do câmbio. Segundo analistas, esse movimento reflete o fato de que o mercado internacional já trabalha com a ideia de mudanças no governo para trazer qualquer tipo de estabilidade à economia brasileira. Mas isso pode ser um erro, segundo uma reportagem publicada pelo jornal "Financial Times".

Para o "FT", achar que o Brasil vai se recuperar com a queda de Dilma é um equívoco. Essa recuperação está distante, e o país ainda vai enfrentar muita instabilidade política, e ficar com a economia travada por pelo menos dois anos.

"Mesmo que o governo caia rapidamente e novas eleições sejam convocadas, não há garantias de que os brasileiros elegeriam partidos que foram ineficientes na oposição e cujas políticas, caso levem adiante as reformas na generosidade desastrosa do setor público, afetariam os eleitores que já estão enfrentando a pior crise econômica já registrada."

O jornal ecoa uma análise publicada pelo Council of Foreign Relations que dizia que a instabilidade do Brasil vai muito além do impeachment. Ele leva em consideração também a avaliação da consultoria de risco político Eurasia, que acredita que o governo Dilma deve chegar ao fim até maio deste ano. "Mesmo que Dilma saia rapidamente, a incerteza vai prevalecer. isso acontece por que as investigações da Operação Lava Jato vão paralisar a política brasileira."

Qualquer que seja o encaminhamento da política, diz, o país ainda vai enfrentar muitos problemas. "Se Dilma sofrer impeachment, o processo vai levar pelo menos seis meses, provavelmente até mais. Ela vai ser substituída por Michel Temer, seu vice-presidente, um líder no mal definido PMDB, uma aglomeração de interesses regionais e setoriais. O melhor que se pode esperar de um governo Temer é que ele não piore a situação atual."

Siga o blog Brasilianismo no Facebook para acompanhar as notícias sobre a imagem internacional do Brasil

Sobre o Autor

Daniel Buarque vive em Londres, onde faz doutorado em relações internacionais pelo King's College London (em parceria com a USP). Jornalista e escritor, fez mestrado sobre a imagem internacional do país pelo Brazil Institute da mesma universidade inglesa. É autor do livro “Brazil, um país do presente - A imagem internacional do ‘país do futuro’” (Alameda Editorial) e do livreto “Brazil Now” da consultoria internacional Hall and Partners, além de outros quatro livros. Escreve regularmente para o UOL e para a Folha de S.Paulo, e trabalhou repórter do G1, do "Valor Econômico" e da própria Folha, além de ter sido editor-executivo do portal Terra e chefe de reportagem da rádio CBN em São Paulo.

Sobre o Blog

O Brasil é citado mais de 200 vezes por dia na mídia internacional. Essas reportagens e análises estrangeiras ajudam a formar o pensamento do resto do mundo a respeito do país, que tem se tornado mais conhecido e se consolidado como um ator global importante. Este blog busca compreender a imagem internacional do Brasil e a importância da reputação global do país a partir o monitoramento de tudo o que se fala sobre ele no resto do mundo, seja na mídia, na academia ou mesmo e conversas na rua. Notícias, comentários, análises, entrevistas e reportagens sobre o Brasil visto de fora.

Blog Brasilianismo