Topo
Blog do Brasilianismo

Blog do Brasilianismo

Troca de ministros cria novas controvérsias e reforça imagem de turbulência

Daniel Buarque

2009-04-20T19:07:08

09/04/2019 07h08

Imprensa internacional diz que novo ministro da Educação é um seguidor de teorias da conspiração, e mudança na pasta é vista como mais uma evidência de problemas internos do governo, revelando as dificuldades em avançar com reformas na economia.

A mudança no Ministério da Educação do governo de Jair Bolsonaro, com a demissão de Ricardo Vélez Rodriguez e sua substituição por Abraham Weintraub, foi vista no exterior como mais uma turbulência nos primeiros cem dias do presidente.

"A agenda política foi colocada em dúvida depois de o presidente brasileiro ser forçado a trocar um dos seus principais ministros após uma série de passos em falso e escândalos", diz uma reportagem do jornal de economia Financial Times.

A mudança, complementa, "evidencia a turbulência enfrentada pelo governo Bolsonaro, que tem sido marcado por disputas políticas desde sua posse".

Vélez já vinha sendo criticado internacionalmente se sendo chamado de "controverso" por suas declarações e propostas de filmar alunos cantando o hino e mudanças em livros didáticos, vistas no exterior como como revisionismo histórico problemático.

Apesar de a saída dele ser vista como uma vitória de "moderados", segundo o FT, muitos outros veículos já indicam que o Ministério da Educação vai continuar sendo foco de problemas no Brasil.

Segundo a imprensa internacional, Bolsonaro trocou um ministro "controverso" e que tentou promover o revisionismo histórico por um seguidor de teorias da conspiração ligado ao mercado.

A avaliação externa é de que o novo ministro não tem experiência em educação, e que revelou opiniões vistas como problemáticas para especialistas da área.

"O novo ministro é um economista e professor universitário que passou a maior parte de sua carreira no setor financeiro e deu voz a teorias de conspiração de direita –argumentando no ano passado que o crack foi deliberadamente introduzido no Brasil como parte de uma conspiração comunista", diz o jornal britânico "The Guardian".

O jornal também ressalta que Weintraub elogiou Olavo de Carvalho, "um ex-astrólogo e filósofo que ataca seus inimigos com vídeos do YouTube carregados de obscenidade e gravados em sua casa em Richmond, Virgínia, e que questionou se a Terra gira em torno do sol".

O Financial Times ressalta que a troca de ministros acontece enquanto Bolsonaro tentar acelerar a negociação da reforma da Previdência, e cita um analista do Mercado que diz que a realidade brasileira ainda enfrenta problemas e "as coisas ainda não estão sólidas".

Siga o blog Brasilianismo no Facebook para acompanhar as notícias sobre a imagem internacional do Brasil

Sobre o Autor

Daniel Buarque é jornalista, escritor e fez mestrado sobre a imagem internacional do país pelo Brazil Institute do King's College de Londres. É autor de cinco livros, incluindo “Brazil, um país do presente - A imagem internacional do ‘país do futuro’” (Alameda Editorial) e escreveu o livreto “Brazil Now” da consultoria internacional Hall and Partners. Nascido no Recife, escreve regularmente para o UOL e já trabalhou como editor-executivo do portal Terra, chefe de reportagem da rádio CBN, pauteiro de Mundo da Folha de S. Paulo e repórter do Valor Econômico e do G1.

Sobre o Blog

O Brasil é citado mais de 200 vezes por dia na mídia internacional. Essas reportagens e análises estrangeiras ajudam a formar o pensamento do resto do mundo a respeito do país, que tem se tornado mais conhecido e se consolidado como um ator global importante. Este blog busca compreender a imagem internacional do Brasil e a importância da reputação global do país a partir o monitoramento de tudo o que se fala sobre ele no resto do mundo, seja na mídia, na academia ou mesmo e conversas na rua. Notícias, comentários, análises, entrevistas e reportagens sobre o Brasil visto de fora.