Topo
Blog do Brasilianismo

Blog do Brasilianismo

Em editorial, New York Times diz que Brumadinho deve ser lição para o mundo

Daniel Buarque

01/02/2019 08h15

Depois que o Brasil não aprendeu a lição que deveria ter assimilado após a tragédia de Mariana, em 2015, e deixou um novo desastre ocorrer em Brumadinho, um editorial publicado pelo jornal americano The New York Times defende que o novo rompimento de barreira sirva para o mundo inteiro aprender a tomar mais cuidado com sua mineração.

"A indústria global de mineração deve prestar atenção. Está claro que a indústria precisa examinar de perto as barragens, estabelecer padrões internacionais rígidos para a maneira como são construídas e inspecionadas e estudar formas alternativas de descarte de seus resíduos", diz o editorial.

O título do texto de opinião do jornal chama de "negligência fatal" o que aconteceu no Brasil. Segundo ele, apesar de a reação imediata a Brumadinho ter buscado culpados pelo rompimento, apenas buscar responsáveis imediatos não é o suficiente.

"Buscar os suspeitos de sempre sequer começa a avaliar a responsabilidade por um desastre desta magnitude e o perigo que muitas comunidades de mineração enfrentam em todo o mundo", explica.

O jornal diz ainda que entre 1998 e 2017 foram registrados 46 colapsos de minas "sérios" ou "muito sérios" em todo o mundo, o que indica o tamanho do problema global. A situação se torna mais urgente porque a maioria dos problemas em barragens aconteceram após alertas oficiais de riscos, muitas vezes ignorados.

Além disso, ressalta que desastres têm resultados catastróficos não apenas para comunidades atingidas e o ambiente, mas afeta mesmo a economia das empresas responsáveis.

"O custo do fracasso é alto, como a Vale está aprendendo. As ações da empresa caíram 24% na segunda-feira após o acidente, e a Vale deve receber bilhões de dólares em multas. Somente esse custo deveria impulsionar a Vale e o resto do setor de mineração a olhar de imediato para a forma como eles descartam resíduos de mineração e inspecionam suas barragens."

A avaliação é semelhante à da pesquisadora americana Kathryn HochstetlerEm entrevista ao blog Brasilianismo, a professora de desenvolvimento internacional da London School of Economics defendeu que a indústria e o Brasil precisam repensar a segurança a fim de proteger comunidades, o ambiente e mesmo a reputação das empresas.

"Um caso como este precisa fazer as pessoas pensarem mais sobre as regulamentações. Se você é uma empresa como a Vale, que também tem várias atividades internacionais em diferentes países, é importante levar em consideração a segurança. As empresas estão tentando economizar dinheiro, mas também precisam estabelecer sua reputação. E sei que às vezes parece que o mais simples seria não ter essas regulamentações, que são problemáticas, mas na verdade é mais barato e mais fácil para a Vale evitar esse tipo de problemas do que ter duas catástrofes tão grandes em tão pouco tempo. Isso sai muito caro para uma empresa. Então eu diria que, se eu fosse a Vale, o que eu estaria perguntando neste momento seria o quão rapidamente poderíamos fazer um trabalho sério de análise de todas as nossas barragens. Este caso sugere que há um problema nas práticas tradicionais, e assim não esperaríamos este tipo de evento, que deveria ser raridade, acontecer um par de vezes em tão pouco tempo."

Clique aqui para ver a entrevista completa

Siga o blog Brasilianismo no Facebook para acompanhar as notícias sobre a imagem internacional do Brasil

Sobre o Autor

Daniel Buarque é jornalista, escritor e fez mestrado sobre a imagem internacional do país pelo Brazil Institute do King's College de Londres. É autor de cinco livros, incluindo “Brazil, um país do presente - A imagem internacional do ‘país do futuro’” (Alameda Editorial) e escreveu o livreto “Brazil Now” da consultoria internacional Hall and Partners. Nascido no Recife, escreve regularmente para o UOL e já trabalhou como editor-executivo do portal Terra, chefe de reportagem da rádio CBN, pauteiro de Mundo da Folha de S. Paulo e repórter do Valor Econômico e do G1.

Sobre o Blog

O Brasil é citado mais de 200 vezes por dia na mídia internacional. Essas reportagens e análises estrangeiras ajudam a formar o pensamento do resto do mundo a respeito do país, que tem se tornado mais conhecido e se consolidado como um ator global importante. Este blog busca compreender a imagem internacional do Brasil e a importância da reputação global do país a partir o monitoramento de tudo o que se fala sobre ele no resto do mundo, seja na mídia, na academia ou mesmo e conversas na rua. Notícias, comentários, análises, entrevistas e reportagens sobre o Brasil visto de fora.