Topo
Blog do Brasilianismo

Blog do Brasilianismo

Plano econômico de Bolsonaro vai decepcionar, diz artigo no Financial Times

Daniel Buarque

01/12/2018 08h27

A tentativa do governo de Jair Bolsonaro de repetir no Brasil as fórmulas usadas por Donald Trump para impulsionar a economia americana está fadada a decepcionar, segundo uma análise publicada pelo jornal de economia "Financial Times".

O texto assinado por Yerlan Syzdykov, chefe global de mercados emergentes da gestora de ativos Amundi, desconstrói as propostas do presidente eleito e critica as apostas de investidores na possibilidade de o Brasil conseguir incorporar crescimento econômico de forma sustentável.

Segundo ele, a única coisa que de fato pode tornar a economia brasileira interessante para o mercado é uma série de reformas amplas, como a da Previdência, o que dificilmente vai acontecer por conta das dificuldades políticas no país. Até lá, diz, mesmo que o governo tente impulsionar a economia, "os mercados ficarão desapontados e pressionarão o governo a implementar profundas reformas estruturais."

O jornal destaca que Bolsonaro parece se inspirar em Trump, que concedeu um "enorme estímulo fiscal" em seu país, equivalente a 7% do PIB, e ajudou a economia a crescer. "É improvável que Bolsonaro possa repetir o truque", diz.

A análise aponta que o Brasil tem pouco espaço fiscal para manobrar, o que impede um estímulo como o americano. Enquanto o sistema político atrapalha o encaminhamento de reformas que ajudem a economia.

Na verdade, explica, os investidores esperam o oposto da equipe econômica de Bolsonaro. "Eles esperam reformas radicais na Previdência, que devem reduzir os pagamentos pela metade". O problema, segundo o jornal, é que "a matemática parlamentar do Brasil sugere que será difícil". "Dada a impopularidade dos cortes, politicamente falando, esta é uma missão impossível."

Se o plano de Bolsonaro for de tentar melhorar a economia com privatizações e desregulamentações, também vai enfrentar problemas. "Essas medidas são pontuais e proporcionarão apenas um pequeno impulso de curto prazo ao crescimento."

O jornal critica ainda a ideia de que a redução da máquina estatal pode fazer alguma diferença. "As iniciativas de Bolsonaro para reduzir a notória burocracia do Brasil têm sido muito modestas, não envolvendo nada além de combinar alguns ministérios".

O tom adotado pela análise publicada pelo "FT" se alinha ao comportamento geral de analistas de mercado e investidores estrangeiros logo após a vitória de Bolsonaro nas eleições. Apesar de ter apoiado Bolsonaro, logo após a eleição o mercado internacional deixou de lado a empolgação com o Brasil, adotando uma postura de cautela.

Na avaliação publicada agora pelo jornal, o Brasil está preso a um modelo que dificulta o desenvolvimento econômico do país de forma sustentável, e os investidores que acreditaram na possibilidade de Bolsonaro alavancar a economia vão ficar decepcionados.

Siga o blog Brasilianismo no Facebook para acompanhar as notícias sobre a imagem internacional do Brasil

Sobre o Autor

Daniel Buarque é jornalista, escritor e fez mestrado sobre a imagem internacional do país pelo Brazil Institute do King's College de Londres. É autor de cinco livros, incluindo “Brazil, um país do presente - A imagem internacional do ‘país do futuro’” (Alameda Editorial) e escreveu o livreto “Brazil Now” da consultoria internacional Hall and Partners. Nascido no Recife, escreve regularmente para o UOL e já trabalhou como editor-executivo do portal Terra, chefe de reportagem da rádio CBN, pauteiro de Mundo da Folha de S. Paulo e repórter do Valor Econômico e do G1.

Sobre o Blog

O Brasil é citado mais de 200 vezes por dia na mídia internacional. Essas reportagens e análises estrangeiras ajudam a formar o pensamento do resto do mundo a respeito do país, que tem se tornado mais conhecido e se consolidado como um ator global importante. Este blog busca compreender a imagem internacional do Brasil e a importância da reputação global do país a partir o monitoramento de tudo o que se fala sobre ele no resto do mundo, seja na mídia, na academia ou mesmo e conversas na rua. Notícias, comentários, análises, entrevistas e reportagens sobre o Brasil visto de fora.