Brasilianismo

Desgosto em relação à classe política gera apatia, diz brasilianista

Daniel Buarque

Perda da credibilidade da classe política do Brasil gera apatia, diz brasilianista

A classe política brasileira perdeu a credibilidade diante da população, avalia o brasilianista Vinicius Mariano de Carvalho, professor do King's College London, em entrevista à Radio França Internacional.

Carvalho avaliou as denúncias de corrupção contra o presidente Michel Temer e as chances dele de se manter no poder, com apoio do Congresso, e disse que há muito caminho pela frente até que o país se estabilize.

''É quase irônico falar em legitimidade do presidente que tem, segundo alguns levantamentos, 7% de aprovação popular apenas. Poucas vezes vivemos na história do Brasil um momento de tanta instabilidade, tão sensível e complexo como o atual'', diz, lembrando o impeachment de Fernando Collor como caso em que presidente se envolveu em escândalos de corrupção. Segundo ele, isso ''é muito prejudicial para a democracia brasileira''.

Para o brasilianista, há um desgosto generalizado em relação à classe política brasileira, e isso afeta a capacidade de mobilização popular, gerando apatia. ''Vamos nos mobilizar em favor do quê? Em favor da saída do Temer? E o que vem logo em seguida?'', disse.

''Estamos num grande processo de desconstrução de uma classe política historicamente corrupta'', disse, lamentando, entretanto, a falta de alternativa a esta classe.

Em entrevista recente ao blog Brasilianismo, Carvalho, que é brasileiro, desenvolveu uma análise sobre o papel dos pesquisadores brasilianistas em todo o mundo. Para ele, ser brasilianista não tem relação com nacionalidade, mas com a capacidade de ''pensar com sotaque'' e de fugir de colonialismo acadêmico. Leia a entrevista completa.

Siga o blog Brasilianismo no Facebook para acompanhar as notícias sobre a imagem internacional do Brasil