PUBLICIDADE
Topo

Blog do Brasilianismo

Mídia estrangeira destaca 'clima de carnaval' durante protestos no Brasil

Daniel Buarque

16/08/2015 17h39

Reportagem do 'Financial Times' sobre protestos no Brasil

Reportagem do 'Financial Times' sobre protestos no Brasil

O clima festivo das manifestações contra o governo da presidente Dilma Rousseff foi um dos principais destaques registrados pela imprensa internacional, que desde o início da manhã publicou dezenas de reportagens sobre os protestos realizados em centenas de cidades pelo país.

Os principais veículos da imprensa mundial destacaram a insatisfação dos brasileiros com o governo, os problemas da economia e da política, bem como os escândalos de corrupção por que o Brasil vem passando, justificando a insatisfação com o governo. A maioria dos textos publicados ao longo do domingo, entretanto, ressaltou que os protestos atuais foram menores de que os registrados anteriormente.

Em texto publicado pela manhã, o "Financial Times" disse que os protestos deste domingo aumentam a pressão sobre o já enfraquecido governo Dilma, mas destacou que apesar da tensão política, as manifestações ocorreram em clima de festa.

"Uma atmosfera pacífica de carnaval caracterizou a maioria das marchas, que foram amplamente mobilizadas por redes sociais, com muitos manifestantes caminhando com crianças pelas ruas do país."

Entre as manifestações mais destacadas pelo jornal estavam os de "fora PT" e "fora Dilma".

"A raiva popular tem sido alimentada pela piora da economia, que deve encolher 2% neste ano, e por revelações quase diárias de corrupção na Petrobras, a estatal energética de onde bilhões de dólares foram desviados em pagamentos ilegais a políticos", diz o jornal de economia.

Reportagem do 'Guardian' sobre os protestos

Reportagem do 'Guardian' sobre os protestos

O jornal inglês "The Guardian" também mencionou o clima de festa, mas ressaltou que os manifestantes não estavam todos felizes. "Com famílias e amigos fazendo selfies e socializando sob um forte sol de inverno, a manifestação foi bem-humorada. Mas os participantes estavam claramente com raiva. Do alto de um sistema de som, um homem vestido como Capitão América lembrava à multidão que 'isso não é carnaval"', disse.

 

Reportagem da agência France Presse sobre os protestos

Reportagem da agência France Presse sobre os protestos

O ambiente "carnavalesco" também foi mencionado pela rede CNN: "O ânimo foi festivo. Muitos manifestantes vestiram as cores do país – verde, azul e amarelo – balançaram bandeiras e cantaram 'fora Dilma"', disse a rede de TV.

Apesar de uma imagem dos protestos supostamente publicada pela rede americana CNN ter sido difundida pelas redes sociais no Brasil, os protestos não tiveram destaque no site da TV de notícias durante o domingo. Desde cedo e até o fim da tarde, o Brasil ficou sem chamadas, e a notícia dos protestos só aparecia para quem usava a ferramenta de buscas do site.

Reportagem do

Reportagem do "Le Monde" sobre os protestos

Com cobertura a partir de Brasília, a agência de notícias France Presse escreveu pela manhã que os protestos começaram lentos, com menos força de que as manifestações anteriores. "Apenas centenas de pessoas se reuniram na primeira hora do protesto", disse.

Em um outro texto publicado no fim da tarde, a AFP reiterou o clima de festa das manifestações. "No Rio, o ambiente era carnavalesco, com músicas de samba tocando a partir de carros de som, alguns manifestantes carregando pranchas de surfe, outros andando de skate e muitos usando roupas de banho", disse.

O jornal francês "Le Monde" cobriu os protestos a partir de São Paulo. Segundo a publicação, o público total da manifestação ficou entre 137 mil e 225 mil pessoas.

O jornal argentino "La Nación" explicou que a data escolhida para os protestos tenta relembrar as manifestações contra Fernando Collor de Mello, em 1992. "Os atos começaram pela manhã, e desde ceddo podiam se ver nas ruas cartazes e bandeiras brasileiras com as legendas 'Fora Dilma' e 'Fora PT'. Mais uma vez, vendedores ambulantes aproveitaram a mobilização popular para oferecer camisetas, chapéus, bandanas, apitos e tamborins com mensagens contrárias ao governo", diz.

Publicada no fim do dia, uma reportagem do "New York Times" também falava sobre o clima das manifestações. "O protesto no Rio de Janeiro tinha algo de carnavalesco em seu sentimento; alguns manifestantes vestiam roupas de banho enquanto marchavam por Copacabanda ouvindo samba vindo de carros de som. Mas críticas duras também marcaram o evento, com alguns pedindo que a presidente se mate, ou convocando os militares para tomar o poder", diz o jornal americano.

Siga o blog Brasilianismo no Facebook para acompanhar as notícias sobre a imagem internacional do Brasil

Sobre o Autor

Daniel Buarque vive em Londres, onde faz doutorado em relações internacionais pelo King's College London (em parceria com a USP). Jornalista e escritor, fez mestrado sobre a imagem internacional do país pelo Brazil Institute da mesma universidade inglesa. É autor do livro “Brazil, um país do presente - A imagem internacional do ‘país do futuro’” (Alameda Editorial) e do livreto “Brazil Now” da consultoria internacional Hall and Partners, além de outros quatro livros. Escreve regularmente para o UOL e para a Folha de S.Paulo, e trabalhou repórter do G1, do "Valor Econômico" e da própria Folha, além de ter sido editor-executivo do portal Terra e chefe de reportagem da rádio CBN em São Paulo.

Sobre o Blog

O Brasil é citado mais de 200 vezes por dia na mídia internacional. Essas reportagens e análises estrangeiras ajudam a formar o pensamento do resto do mundo a respeito do país, que tem se tornado mais conhecido e se consolidado como um ator global importante. Este blog busca compreender a imagem internacional do Brasil e a importância da reputação global do país a partir o monitoramento de tudo o que se fala sobre ele no resto do mundo, seja na mídia, na academia ou mesmo e conversas na rua. Notícias, comentários, análises, entrevistas e reportagens sobre o Brasil visto de fora.

Blog Brasilianismo