Brasilianismo

Fragmentação política é raiz de problemas do Brasil, diz agência dos EUA

Daniel Buarque

Sistema de coalizões é raiz de problemas do Brasil, diz agência dos EUA

Sistema de coalizões é raiz de problemas do Brasil, diz agência dos EUA

O sistema político fragmentado em dezenas de partidos e a necessidade de formação de coalizões para governar o país são as raízes dos problemas e instabilidades vividos pelo Brasil, segundo um estudo da agência norte-americana de inteligência e geopolítica Stratfor.

''O problema com um sistema que incorpora tantos partidos políticos é que ele enfraquece o Executivo, caso ele seja incapaz de unir uma coalizão'', diz a análise.

''Manter o equilíbrio em um ambiente tão heterogêneo se torna mais difícil em tempos de crise política e social'', continua, justificando a instabilidade vivida pelo país com o crescimento da insatisfação popular com o governo de Dilma Rousseff, entre o final de 2015 e o começo de 2016.

''O sistema político brasileiro requer muita manobra política pelo presidente para formar e manter uma coalizão ampla. Quando seis de nove partidos da coalizão do governo abandonaram a presidente Dilma Rousseff, ela foi incapaz de atingir o total de um terço dos votos necessários para impedir o impeachment'', diz.

A Stratfor vinha acompanhando o processo de afastamento da presidente. A análise afasta a ideia de golpe de Estado e explica que o sistema tem problemas que permitem este tipo de manipulação.

''Apesar de um impeachmente precisar se basear em uma alegada violação legal específica, ele é em último caso uma decisão política, e não jurídica. Se Dilma tivesse sido capaz de manter uma coalizão coesa, ela teria recebido os votos necessários para evidar o processo de impeachment contra ela'', diz.

Segundo a agência, Dilma foi perdendo apoio aos poucos, e acabou sendo incapaz de manter a coalizão que a mantinha no poder.

Além da instabilidade, a Stratfor alega ainda que o sistema político fragmentado favorece a corrupção. A análise cita esquemas de desvios formados em empresas a partir de indicações políticas. ''Ao indicar partidos aliados para posições importantes em estatais, políticos podem garantir propinas e subornos para eles mesmos'', explica.

Siga o blog Brasilianismo no Facebook para acompanhar as notícias sobre a imagem internacional do Brasil