Brasilianismo

Noam Chomsky: ‘Gangue de ladrões’ afastou Dilma da Presidência

Daniel Buarque

Noam Chomsky: 'Gangue de ladrões' afastou Dilma da Presidência

Noam Chomsky: 'Gangue de ladrões' afastou Dilma da Presidência

O processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff é um ''golpe brando'' liderado por uma ''gangue de ladrões'', segundo o linguista norte-americano Noam Chomsky, ícone do pensamento de esquerda.

''O que está acontecendo no Brasil é extremamente infeliz em muitos sentidos'', disse Chomsky em entrevista ao site norte-americano ''Democracy Now''.

Ele criticou o envolvimento do PT em escândalos de corrupção, mas ressaltou que o partido venceu as eleições e foi afastado por uma elite que o detesta.

''Dilma talvez seja a única política no poder que não roubou para se enriquecer e está sendo retirada do poder por uma gangue de ladrões que o fez'', disse.

Ele também minimizou o uso das pedaladas fiscais como motivação do impeachment. ''A elite detesta o Partido dos Trabalhadores e está usando esta oportunidade para se livrar do partido que venceu as eleições. Eles não querem esperar novas eleições, que eles provavelmente perderiam, e estão querendo se livrar do PT, explorando a recessão econômica, que é séria, e o grande escândalo de corrupção que foi exposto'', disse.

Chomsky falou ainda sobre as crises políticas no Brasil e a influência dos Estados Unidos sobre a América Latina. Segundo ele, nos últimos anos os EUA foram afastados da região, e passaram a ter menos influência política e capacidade reduzida de se envolver com tomadas de poder semelhantes às do passado.

Siga o blog Brasilianismo no Facebook para acompanhar as notícias sobre a imagem internacional do Brasil