PUBLICIDADE
Topo

Sem vitória total, Lula ganhou 'importante batalha' no STJ, diz Le Monde

Daniel Buarque

24/04/2019 13h39

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva não conquistou uma "vitória total", mas venceu uma "importante batalha" nesta semana, diz uma reportagem do jornal francês Le Monde.

A publicação trata do julgamento do Superior Tribunal de Justiça que reduziu a pena de prisão aplicada a Lula no processo do tríplex de Guarujá (SP). "A decisão, excepcional, é uma afronta aos juízes de segunda instância", diz o jornal.

Segundo o Monde, o ex-presidente se diz um "preso político" e evitou grandes comemorações, preferindo continuar buscando ser inocentado –o que seria visto como vitória completa para a defesa.

Ainda assim, o jornal destaca que a redução da pena do ex-presidente para 8 anos, 10 meses e 20 dias de prisão pode permitir que o petista vá para o regime semiaberto ainda neste ano.

O jornal alega ainda que a possível libertação de Lula ainda neste ano pode reavivar esperanças e ressentimento entre os brasileiros, já que ele é uma figura "adorada por alguns, odiada por outros".

Além do Monde, várias outras publicações internacionais também noticiaram a redução da pena de Lula –muitas usando textos de agências de notícias e apenas relatando a decisão.

A rede árabe Al Jazeera publicou uma reportagem sobre o caso em seu site em inglês indicando que a notícia pode ter um impacto menor porque a situação do ex-presidente ainda depende de outros julgamentos em andamento.

O colunista da Folha Nelson de Sá publicou um levantamento de outras coberturas sobre a decisão do STJ pelo mundo, especialmente na América Latina.

"Clarín, La Nación e Página/12 levaram o caso depois às manchetes, com fotos e enunciados como 'Lula pode sair em setembro' ou 'Lula mais perto da liberdade'. Também os mexicanos Reforma, Excelsior e Jornada. E os chilenos La Tercera e El Mercurio, este em seu portal Emol", diz, citando ainda próprio Monde, Le Figaro, e os americanos New York Times, Washington Post e Miami Herald, com o mesmo texto da agência Associated Press.

Siga o blog Brasilianismo no Facebook para acompanhar as notícias sobre a imagem internacional do Brasil

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Sobre o Autor

Daniel Buarque vive em Londres, onde faz doutorado em relações internacionais pelo King's College London (em parceria com a USP). Jornalista e escritor, fez mestrado sobre a imagem internacional do país pelo Brazil Institute da mesma universidade inglesa. É autor do livro “Brazil, um país do presente - A imagem internacional do ‘país do futuro’” (Alameda Editorial) e do livreto “Brazil Now” da consultoria internacional Hall and Partners, além de outros quatro livros. Escreve regularmente para o UOL e para a Folha de S.Paulo, e trabalhou repórter do G1, do "Valor Econômico" e da própria Folha, além de ter sido editor-executivo do portal Terra e chefe de reportagem da rádio CBN em São Paulo.

Sobre o Blog

O Brasil é citado mais de 200 vezes por dia na mídia internacional. Essas reportagens e análises estrangeiras ajudam a formar o pensamento do resto do mundo a respeito do país, que tem se tornado mais conhecido e se consolidado como um ator global importante. Este blog busca compreender a imagem internacional do Brasil e a importância da reputação global do país a partir o monitoramento de tudo o que se fala sobre ele no resto do mundo, seja na mídia, na academia ou mesmo e conversas na rua. Notícias, comentários, análises, entrevistas e reportagens sobre o Brasil visto de fora.